Programa Horta Solidária amplia doações para instituições de Apucarana

Para a secretaria municipal da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin, o aumento produção da horta solidária do Espaço Empreender permitiu que mais uma instituição fosse beneficiada.

0
430

A unidade-piloto do Programa Municipal de Hortas Solidárias, localizada no Espaço Empreender que ocupa uma área do antigo IBC da Vila Nova, ampliou a partir de hoje (16) o número de instituições beneficiadas com a entrega de hortaliças e legumes. O Lar Sagrada Família se somou a duas ONGs que já recebem, há cerca de um ano, doações semanais a partir da produção da horta.

“É uma ajuda significativa. Os produtos que estamos recebendo aqui são de primeira necessidade dentro da nossa instituição, onde precisamos manter um prato bonito e colorido para nossas crianças. Essa doação é uma economia que é transformada em tijolo e areia para nossas construções”, afirma o coordenador do Lar Sagrada Família, Valmir Alves de Souza.

Para a secretaria municipal da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin, o aumento produção da horta solidária do Espaço Empreender permitiu que mais uma instituição fosse beneficiada. “Esse é um programa municipal que tem como princípios a geração de renda para os horticultores, a terapia ocupacional e doações para instituições. Dentro das hortas têm pessoas com mais de 60 anos, com benefícios voltados tanto ao físico como emocional”, avalia Denise.

A horta solidária do Espaço Empreender começou a ser cultivada em julho de 2020 e têm 17 famílias inseridas as quais utilizam da produção para consumo próprio e comercialização. “Uma parte das doações também é retirada dos canteiros desses horticultores. É uma contribuição coletiva”, observa a superintendente da Secretaria da Mulher, Bete Berton, acrescentando que o Projeto Renascer também participa do programa produzindo para o consumo da instituição. A comercialização da produção da horta está aberta à comunidade, no horário de 8 as 17 horas.

A coordenadora do Programa Municipal de Horta Solidária, Maura Fernandes, informa que as outras duas instituições beneficiadas pelas doações são a ONG Maria Marta, uma casa de acolhida de famílias em situação vulnerável, e a ONG Fogo e Paz, da paróquia da Vila Reis, que distribuiu sopa para moradores de rua. “Agora são três instituições atendidas com alface, couve, almeirão, cheiro verde, beterraba, chuchu entre outras hortaliças e legumes”, informa Maura.

Incentivador da iniciativa, o prefeito Junior da Femac destaca que “além da produção de alimentos saudáveis, este programa de hortas urbanas visa atender o ser humano, tornando-se ambientes de interação social, acolhimento, geração de renda e, sobretudo, promoção da saúde física e mental. As hortas solidárias contribuem de forma terapêutica para uma melhor qualidade de vida das pessoas envolvidas.”

O Programa Municipal de Horta Solidária faz parte do Programa Municipal de Economia Solidária e Protagonismo Feminino da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família. Somando a do Espaço Empreender, também contam com uma unidade de horta solidária as UBSs Maria do Café (Jardim Ponta Grossa), que foi a pioneira entre as unidades de saúde, Vila Rural Nova Ucrânia, Bolivar Pavão (Jardim América) e Ruth Eugênio da Silva (Recanto Mundo Novo/ Núcleo Vale Verde).

Prefeitura Municipal de Apucarana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui