Dias mais quentes pedem atenção ao consumo de energia

A chegada do verão e de temperaturas mais elevadas tende a intensificar o uso dos aparelhos de climatização e refrigeração, que aumentam o consumo de energia em comércios e residências.

0
59

Para evitar surpresas na conta de luz, alguns cuidados são importantes neste primeiro trimestre do ano, sobretudo nos períodos de dias seguidos com temperaturas elevadas, previstos para a estação no Paraná.

Em 2022, este período registrou um aumento de 7,5% no consumo residencial, em comparação com os três primeiros meses do ano anterior. Isso resultou em uma média de 187 kWh mensais consumidos por família, contra um valor que gira em torno de 168 kWh, quando considerados os doze meses do ano.

Para manter a conta sob controle, sem perder os benefícios que o uso de eletrodomésticos proporciona, o gerente de inovação e coordenador do Programa de Eficiência Energética da Copel, Marcelo Gonçalves Santos, observa algumas recomendações para o dia a dia: “A atenção tem que começar pelo uso do ar-condicionado que, quando está presente em casa, é responsável pela maior parte do consumo, ao lado da geladeira”, avalia.

Ao usar o aparelho, é importante fechar portas e janelas, a fim de conservar o ar frio dentro do cômodo. Manter limpo o filtro de ar também ajuda no bom funcionamento, que deve ser ajustado evitando temperaturas extremas. “Com uma temperatura entre 21ºC e 24ºC, você já tem um conforto térmico, e não sobrecarrega o funcionamento do aparelho”, indica o engenheiro. O uso do timer e de funções pré-programadas pode ser uma boa estratégia, principalmente no período da noite.

Já no caso da geladeira, ele relaciona algumas dicas:

  • Cuidar para que a geladeira não fique em local onde bate sol
  • Só abrir a porta quando necessário
  • Conferir se a borracha está vedando bem
  • Não guardar alimentos que ainda estejam quentes

Além disso, o engenheiro da Copel lembra que o ajuste do chuveiro elétrico para a posição da chave no modo “verão” pode trazer uma economia de 30% na energia consumida pelo aparelho. E por fim, lembra da máxima “luz que se apaga não se paga”. Quer dizer: aparelhos que não estiverem em uso devem ser desligados. Isso vale para lâmpadas, televisão, ventilador e outros equipamentos comumente esquecidos quando as pessoas se ausentam de um ambiente.

“Precisamos pensar que o consumo consciente da energia, para além de uma boa prática financeira, é também importante para a conservação dos recursos naturais. A eficiência energética está prevista entre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU, e sua prática é fundamental para cuidarmos do meio ambiente”, conclui Marcelo.

Assessoria de Imprensa da Copel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui